Afinal, quanto tempo demora para fazer um implante dentário? A ausência de dentes é um problema que impacta diretamente a qualidade de vida de muitas pessoas. Insegurança, ter vergonha de sorrir, insatisfação com a própria imagem, dificuldades para mastigar, não poder comer o que gosta… Para essas pessoas, um implante dentário faz a diferença para recuperar a autoestima!

Se esse é o seu caso ou se conhece alguém nessa situação, preparamos este artigo para que possa entender aquilo de mais importante sobre o tratamento completo com implantes dentários.

O procedimento de implante dentário costuma demorar em torno de 1 a 2 horas e o tempo de cicatrização de pós operatório é de 3 a 6 meses. Durante esse tempo, o implante de liga de titânio irá cicatrizar e se fundir com o tecido ósseo que na região.

Neste conteúdo, você vai encontrar tudo sobre implante dentário! São informações como:

(se preferir, clique em um tópico específico para ir diretamente para ele)

A Dra. Ianara Pinho, cirurgiã-dentista da Clínica Ianara Pinho Odontologia, também preparou um vídeo de implante dentário especial para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto. Assista:

Quer um material completo e gratuito com tudo que precisa saber sobre implante dentário, para consultar quando quiser? Baixe agora mesmo o nosso e-book especial sobre o assunto, basta clicar aqui.

O que é implante dentário?

Atualmente, o implante dentário é o método mais moderno e desejado para substituição de dentes. Isso porque o tratamento oferece uma solução definitiva para a reabilitação oral de pessoas que sofrem com a ausência de dentes, ao mesmo tempo que protege a saúde e valoriza a estética do sorriso.

Trata-se de uma estrutura especial de titânio, semelhante a um parafuso, pensada especificamente para substituir a raiz do dente. 

implante dentário fotos

O implante é instalado no interior do osso da boca do paciente e se funde a ele, para recuperar a função da raiz do dente perdido.

Esse tipo de tratamento é importante pois, caso não haja a substituição do dente perdido, podem surgir alguns transtornos graves de desvio dental na boca do paciente.

É comum que pacientes com perda de dente, por exemplo, comecem a apresentar transformações no sorriso, pois os dentes “vizinhos” àquele perdido passam a se inclinar para outras direções e deformar a arcada dentária, com posicionamento incorreto.

Qual a diferença entre implante e prótese dentária?

A principal diferença entre implante e prótese dentária convencional é que, enquanto a prótese é uma estrutura removível, o implante oferece uma solução fixa e definitiva para quem perdeu um ou mais dentes, o que representa uma evolução no tratamento com a prótese dentária e faz muitos preferirem o implante.

Por ser fixo, o implante é visto como uma alternativa mais satisfatória para o paciente, em comparação com as próteses dentárias, pois oferece mais segurança e confiança em situações comuns do dia a dia, como mastigar, falar e sorrir.

Além disso, a estrutura do implante dentário também é a que mais se aproxima do dente natural, tanto do ponto de vista estético quanto funcional.

Acesse: Prótese Dentária: preços, valores e informações sobre o serviço

Qual a diferença entre implante e pivô?

Essa é outra dúvida comum entre muitos pacientes. Mas a diferença entre implante e pivô é simples: enquanto o implante dentário é indicado para quem perdeu todo o dente (inclusive a raiz), o pivô (pino) é recomendado para pessoas que ainda possuem a raiz do dente natural preservada.

Quais as vantagens do implante?

A principal vantagem do implante dentário é que ele satisfaz, ao mesmo tempo, duas necessidades importantes para o sorriso de uma pessoa: a parte funcional e a questão estética.

O implante permite restaurar o equilíbrio da arcada dentária, das funções mastigatórias e, consequentemente, da qualidade de vida de uma pessoa, já que um único dente perdido causa grande impacto em seu dia a dia (prejudica fala, estética e mastigação, por exemplo).

Por isso, esse tipo de tratamento odontológico é tão importante e popular, por trazer de volta a autoestima, confiança e liberdade de sorrir do paciente, além das capacidades funcionais que sua boca precisa.

Além disso, o implante também permite que o paciente recupere quase que por completo a sua experiência de um dente natural, como mastigar e sorrir normalmente.

Como é realizado o implante dentário?

como é feito o implante dentário

O implante dentário é feito com o objetivo de substituir adequadamente a raiz de um dente perdido. Para isso, uma estrutura de titânio (semelhante a um parafuso) é fixada no osso alveolar da boca (que serve como base para todos os dentes naturais), funcionando como uma raiz artificial para o dente.

Para que o resultado se assemelhe ao máximo a um dente natural, também é colocada uma prótese sobre a estrutura de titânio, que geralmente é feita de porcelana.

Portanto, o implante é composto pela estrutura de titânio (que é o implante em si) e uma prótese especial de porcelana.

Indicações para implante dentário: quem pode fazer?

Em geral, a maioria das pessoas estão aptas e podem realizar o tratamento com implantes. Porém, existem algumas exceções, como pacientes que possuem problemas sistêmicos mais sérios (diabetes não controlada, problemas de cicatrização graves, entre outros) ou pessoas muito novas, que ainda estão em fase de crescimento. 

O implante dentário também não é indicado para pacientes que fazem radioterapia.

Porém, é importante reforçar que aqueles que desejam realizar um tratamento com implantes devem passar por uma avaliação médica (em alguns casos) e odontológica. Somente assim é possível saber se o procedimento é viável ou não.

Vale ressaltar também que, em casos de pacientes que ficaram muito tempo sem o dente, pode ser necessário realizar um enxerto ósseo antes de realizar o implante, pois é comum que nesse tipo de situação não haja quantidade de osso suficiente para realizar o tratamento de imediato.

Leia também: Mini-implante dentário oferece resultados mais rápidos e precisos!

Pacientes que perderam muitos dentes precisam fazer um implante para cada dente perdido?

Não necessariamente. Em geral, mesmo uma quantidade de implantes inferior à quantidade de dentes perdidos já é suficiente para construir uma prótese suportada pelos implantes e garantir o bom funcionamento da arcada dentária, com boa estabilidade na boca.

Por exemplo, em um quadro em que o paciente perdeu todos os dentes superiores, 4 ou 6 implantes já são suficientes para restaurar a característica funcional dos dentes e também a característica estética, com a prótese adequada.

Porém, tudo será definido com base na avaliação profissional do dentista.

Grávida pode fazer implante dentário?

De modo geral, não é indicado para gestantes realizarem um implante dentário, pois o procedimento pode expor a grávida a riscos e tensões desnecessárias, tanto para ela quanto para o bebê, especialmente devido aos medicamentos utilizados no tratamento, que podem ser absorvidos pelo feto.

Então, como o implante costuma ser um tratamento eletivo e não urgente, é recomendado que o procedimento seja realizado apenas após o término da gravidez.

Porém, caso a aplicação do implante dentário seja emergencial, é possível iniciar o tratamento ainda na gravidez, com o aval do obstetra.

Não posso fazer o tratamento, o que pode substituir o implante?

Se necessário, outras alternativas são oferecidas aos pacientes como forma de substituir o implante dentário, que buscam cumprir com o mesmo objetivo. São elas:

  • Prótese fixa: preserva ao mesmo tempo os dentes naturais e oferece uma durabilidade maior que as próteses removíveis, por exemplo, além de possuir custo menor que o valor do implante dentário;
  • Prótese flexível: esse tipo de prótese conta com uma resina flexível, sem a necessidade de grampos ou outras estruturas comuns às próteses tradicionais removíveis. Por isso, é uma boa alternativa para pacientes idosos. 

É importante que o paciente esteja ciente de todos os prós e contras de cada um dos tratamentos antes que tome uma decisão, junto com seu cirurgião-dentista.

Tem dúvidas sobre os tipos de próteses dentárias e qual pode ser a ideal para o seu caso? No vídeo abaixo, a Dra. Ianara Pinho explica um pouco mais sobre o assunto. Assista:

Tipos de implante dentário

tipos de implante dentário fotos

Existem diferentes tipos de implantes dentários no mercado, que atendem a necessidades variadas, para se adequarem da melhor forma ao quadro de cada paciente. Os principais tipos de implantes dentários são:

  • implante unitário: indicado para substituir apenas um dente ou vários, mas em áreas diferentes da boca;
  • implante 3×2: indicado para quem perdeu três dentes em sequência. São feitos dois implantes nas extremidades e o dente do meio não tem raiz, mas os três são unidos entre si;
  • prótese protocolo: indicada para quem perdeu todos os dentes. São fixados de 4 a 8 implantes e confeccionada uma prótese total, que é encaixada sobre eles. Não pode ser retirada da boca;
  • prótese overdenture: também para quem perdeu todos os dentes. São instalados de 2 a 6 implantes para encaixar a prótese total, mas ela pode ser retirada da boca pelo paciente, como uma prótese móvel, porém mais estável;
  • carga imediata: indicada para poucos pacientes, consiste na técnica em que a prótese é colocada no mesmo dia em que o implante é fixado, então não é preciso esperar até que o implante se integre ao osso (osseointegração) para colocar a prótese.

O tipo de implante a ser utilizado é definido pelo dentista em acordo com o paciente, respeitando suas necessidades. Não é possível afirmar que um é melhor que o outro, pois atendem a necessidades distintas. 

Além disso, existem diferentes formatos de pino (plataformas) escolhidos pelo dentista, também de acordo com as características do paciente.

Quanto tempo dura implante dentário?

Então, quanto tempo demora para fazer um implante dentário? O tratamento de implante dentário não é tão rápido quanto aqueles mais simples feitos no consultório, como uma restauração. Isso porque o implante depende da regeneração de tecidos para fixar o pino nos dentes, que servem para dar reforço à prótese, o que leva alguns meses. Algo em torno de 8 meses, em média.

Dessa forma, o procedimento é composto por algumas etapas. Confira abaixo.

Etapa 1: avaliação e planejamento

Na etapa de avaliação, o profissional observa as necessidades do paciente e suas características. Nessa fase, é definido se o paciente, de fato, pode fazer o implante dentário, se tem alguma contraindicação ou se precisa de alguma preparação específica.

São solicitados exames específicos para analisar toda estrutura bucal e os tecidos de base, a fim de conhecer a anatomia da boca do paciente, o seu tipo ósseo, entre outros detalhes. Isso é importante para determinar como o tratamento deverá ser conduzido.

Entre os principais exames solicitados nessa etapa, estão:

  • Radiografia Panorâmica;
  • Radiografia Periapical;
  • Fotografias Odontológicas;
  • Ressonâncias e tomografias da boca.
  • Radiografia Bite-Wing;

Etapa 2: cirurgia para implante dentário

Em geral, a cirurgia para implante dentário é semelhante à extração de um dente e é feita no próprio consultório odontológico, com anestesia local. Clínicas mais especializadas, como a Ianara Pinho Odontologia, possuem centro cirúrgico especial e sedação (se necessária) para realizar o procedimento, oferecendo mais conforto e segurança ao paciente.

O primeiro tempo cirúrgico é voltado para a fixação do implante no osso. Ainda é feita uma pequena abertura na gengiva a fim de expor o osso.

Com brocas específicas, o implantodontista faz uma perfuração nessa base para abrir o caminho onde o implante será encaixado. Depois de posicioná-lo, é colocada uma espécie de tampa para proteger o implante e a gengiva é fechada para esperar a osseointegração.

Independente do tipo de implante (unitário, 2×3, overdenture ou completo), a colocação é feita no mesmo dia e a cirurgia dura cerca de 1 hora, em casos mais simples.

É recomendado que o paciente fique em repouso no dia do procedimento e pode tirar de 1 a 3 dias de atestado. Após isso, é possível voltar às atividades normais do dia a dia, sem exageros.

Além disso, na maioria dos casos, a cicatrização é rápida. Dentro de 1 semana (7 dias) já é possível tirar todos os pontos.

Etapa 3: osseointegração

Essa etapa envolve o pós-operatório e dura entre 3 e 6 meses, período que pode variar de acordo com cada paciente. É nesse momento que o tecido ósseo começa a se regenerar e se aproxima do implante, fixando-o à base.

Essa fase é muito importante para o sucesso do tratamento, sendo fundamental seguir todas as recomendações do especialista para que não aconteça nenhum imprevisto e o implante seja integrado corretamente.

Confira mais sobre os cuidados com o pós-operatório do implante dentário mais à frente.

Etapa 4: reabertura de implante

Este é o segundo tempo cirúrgico, quando o especialista em implante dentário faz a reabertura da gengiva para remover a tampa de proteção. Após isso, é instalado o cicatrizador de implante, que é um dispositivo que prepara o tecido gengival para receber a prótese e serve para fazer com que ela cicatrize adequadamente, deixando exposto apenas o acesso ao implante.

Etapa 5: fixação da prótese

Esta é a última etapa do tratamento de implante dentário. Depois que a gengiva estiver cicatrizada e o dente artificial for modelado, o paciente retorna ao consultório para retirar o cicatrizador e fixar a prótese. Então, ele estará com o seu sorriso completo e reabilitado.

Implante dentário leva quanto tempo de recuperação?

Afinal, quanto tempo demora para fazer um implante dentário? Em média, o tratamento completo com o implante dentário demora 8 meses, considerando todas as etapas do procedimento (avaliação e planejamento, cirurgia, osseointegração, reabertura de implante e a avaliação final, para fixação da prótese).

Porém, em casos mais complexos (como os de pacientes que necessitam realizar o enxerto ósseo antes de colocar o implante), a duração do tratamento costuma ser maior, levando até 2 anos para ser concluído.

Para ter uma noção, é recomendado que pacientes que necessitam realizar o enxerto ósseo aguardem de 6 a 12 meses para colocar o implante dentário de forma satisfatória.

Além disso, o tipo de implante dentário escolhido também influencia no tempo de duração do tratamento. Quem pode realizar o implante de carga imediata, por exemplo, consegue colocar o implante e a prótese já no mesmo dia, o que encurta o período de tratamento.

Se você deseja realizar o tratamento com implante dentário com menos tempo, é importante considerar também a clínica onde vai realizar o procedimento

Na Clínica Ianara Pinho Odontologia você conta com um centro radiológico integrado, com os principais exames que necessita realizar para colocar o seu implante dentário, o que agiliza o processo de diagnóstico e também a execução do tratamento.

Leia também: 4 fatores que comprovam a qualidade da Ianara Pinho Odontologia

Quais os riscos do implante de dente?

Uma das principais dúvidas sobre o procedimento é sobre a possibilidade de acontecer uma rejeição de implante dentário. Porém, trata-se de um risco raro, pois o implante é composto de um material especial, biocompatível e não nocivo para o corpo, o que facilita com que a estrutura seja facilmente integrada ao organismo, desde que tomados os devidos cuidados por parte do profissional e do paciente.

Além disso, mesmo que raros, existem outros riscos e complicações do implante dentário, como:

  • Falta de estabilidade e aquecimento do tecido ósseo durante a instalação do implante;
  • Problemas com a cicatrização, que podem levar à perda do implante;
  • Contaminações e infecções, que podem ser causadas por agentes externos;
  • Perda do implante dentário por falta de higiene.

Porém, o índice de sucesso da implantodontia supera 98% dos pacientes

Quando o tratamento não é bem-sucedido, geralmente é devido a descuidos no pós-operatório, ou em vista da complicação de algumas condições de saúde específicas, como diabetes e danos do tabagismo.

Implante dentário dói?

Não, implante dentário não dói. A cirurgia é tranquila e conta com recursos anestésicos avançados, que garantem que o paciente passe pelo procedimento sem dores. O que pode surgir é um desconforto no pós-operatório, um risco de qualquer procedimento cirúrgico.

No vídeo abaixo, a Dra. Ianara explica melhor sobre essa questão para que não tenha receio de fazer o implante. Assista:

É importante ressaltar que, para evitar que o paciente sinta algum incômodo no pós-operatório, é possível combinar o tratamento com o uso de uma medicação adequada, como analgésicos e anti-inflamatórios, a minimizar qualquer desconforto.

Tempo de cicatrização de Implante dentário?

Como é a recuperação após implante dentário? O pós-operatório é muito complicado? Não há com o que se preocupar, pois o pós-operatório do implante dentário é considerado tranquilo. Basta seguir as orientações do especialista e tomar a medicação prescrita para que tudo ocorra bem.

É fundamental seguir à risca as recomendações do especialista em implante dentário para ter uma boa recuperação, não exercer esforço sobre o implante e evitar inflamações ou infecções, além de ter boa higienização local, a fim de garantir que o tecido ósseo e a gengiva cicatrizem corretamente. 

Na maior parte dos casos a cicatrização é rápida. Dentro de 1 semana já é retirar tirar todos os pontos.

Os principais cuidados pós implante dentário envolvem:

  • evitar alimentos duros ou difíceis de mastigar;
  • manter uma boa higiene bucal, com escovação correta, uso de fio dental e enxaguantes bucais;
  • administrar corretamente os medicamentos;
  • evitar tocar o local operado;
  • procurar não se deitar sobre o lado operado nos primeiros dias;
  • evitar agressões como bochechos vigorosos ou pancadas.

Leia também: Dicas de cuidados pós-cirúrgico do implante dentário

E será que pode comer de tudo após a instalação do implante dentário? A Dra. Ianara Pinho esclarece essa dúvida no vídeo abaixo, assista:

Na maioria dos casos, o dentista também receita analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos para reduzir qualquer incômodo ou desconforto, além de reduzir riscos de complicações. Também é orientado utilizar bolsas de gelo nos primeiros dias para amenizar o inchaço após a cirurgia de implante dentário.

Além disso, durante todo o tratamento, é possível esclarecer qualquer dúvida junto ao dentista responsável, para que o paciente fique mais seguro e tranquilo, além de aumentar as chances de sucesso com o implante.

Na recuperação, também é importante cumprir com as visitas periódicas agendadas pelo dentista. Em geral, é necessário voltar ao consultório odontológico a cada 3 meses.

Quanto custa um implante dentário?

O preço do implante dentário é orçado por implante. Isso significa que o custo total do tratamento varia de paciente para paciente, de acordo com o diagnóstico de cada um e de quantos implantes serão necessários para uma reabilitação oral satisfatória.

Porém, para um orçamento geral do tratamento completo com o implante dentário, é importante considerar também a clínica e o dentista que realizarão o procedimento e o acompanhamento, além da técnica utilizada e se o material será nacional ou importado.

Lembrando que a qualidade dos produtos brasileiros não é inferior a dos estrangeiros, pois há muitas empresas de renome no Brasil que também atendem o exterior.

No vídeo abaixo, a Dra. Ianara Pinho, cirurgiã-dentista da Clínica Ianara Pinho Odontologia, explica melhor sobre os fatores que influenciam no custo de um implante de dente. Assista:

Além disso, o implante dentário não é um procedimento de cobertura obrigatória pelos planos odontológicos. Por isso, eles podem ou não oferecer esse tratamento.

De toda forma, como o tratamento de implante está se popularizando, é possível encontrar boas clínicas que facilitam o pagamento para que ele seja mais acessível. Como há opções de materiais e tipos de implante, também pode ser discutido com o profissional uma forma de viabilizar o tratamento sem perder a qualidade.

Saiba mais sobre o valor de um implante dentário aqui.

Implante dentário antes e depois: como é o resultado do tratamento?

Normalmente, o procedimento de implante de dente pode durar entre seis a oito meses e requer dois procedimentos cirúrgicos. Assim que seu dentista avaliar que você está pronto para receber o implante, o processo é iniciado. Na consulta cirúrgica inicial, um implante de raiz dentária de titânio é colocado delicadamente no encaixe ósseo do seu dente ausente.

A cirurgia pode demorar entre 1 a 2 horas por implante, o que é bastante rápido. E sua próxima consulta será de quatro a seis meses depois. Além disso, com cuidado e manutenção adequados, um implante dentário pode durar muitos anos. Os implantes dentários são, na verdade, concebidos para serem uma opção de substituição dentária permanente.

Sem dúvidas, o resultado do tratamento com o implante dentário é transformador. Antes, o paciente chega à clínica com vergonha de sorrir, queixas da dentadura e até dificuldades para falar. Depois do implante, é clara a mudança: o paciente se torna uma pessoa com autoestima, bom humor e qualidade de vida.

Aqui na Clínica Ianara Pinho, sempre recebemos relatos e depoimentos dos nossos pacientes sobre como o implante dentário mudou positivamente as suas vidas, para melhor

Confira abaixo o depoimento sobre implante dentário do nosso paciente Claudevair. Assista:

Se você deseja realizar um implante dentário, mas tem medo, receio ou ainda está com muitas dúvidas sobre o procedimento (se é realmente necessário, onde fazer implante dentário ou se cabe no seu orçamento), conte com a Clínica Ianara Pinho para realizar o seu implante!

Nós possuímos uma equipe especializada em implantes dentários, composta de implantodontistas (que são os profissionais especializados na parte cirúrgica) e protesistas (profissionais que aplicam a prótese sobre o implante). 


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais