A busca pelo sorriso perfeito fez com que as lentes de contato dental se tornassem uma grande tendência nos últimos anos. Mas, apesar de elas trazerem uma grande valorização estética e harmonia para o sorriso, é muito importante priorizar a saúde bucal antes da aparência.

Isso não significa que você não deva realizar esse procedimento, mas que é importante saber que existem contraindicações que precisam ser respeitadas. Nem todo mundo pode colocar lente de contato nos dentes porque isso poderia trazer complicações para sua saúde bucal ou também gerar frustrações com os resultados.

Mas nem todas as pessoas sabem quando esse procedimento não é recomendado, por isso preparamos este artigo. Continue lendo para entender ao certo o que são e como funcionam as lentes de contato dental, as contraindicações que elas apresentam e os cuidados que são necessários após colocá-las.

O que são as lentes de contato dental e como elas funcionam?

Dentes perfeitamente simétricos, com uma tonalidade agradável, formato e tamanho ideais são difíceis de encontrar naturalmente. Afinal, é comum que as pessoas apresentem irregularidades e características que causam pequenas desarmonias no sorriso.

Há quem se incomode com isso e procure por alternativas de tratamento que façam correções a fim de alcançar um sorriso perfeito. Nos últimos anos, uma grande tendência da Odontologia estética são as lentes de contato dental.

Esse é um procedimento rápido, seguro e eficaz para corrigir imperfeições no tamanho, forma e tonalidade dos dentes. As lentes são lâminas muito finas com cerca de 0,2 a 0,5 mm, confeccionadas em porcelana ou dissilicato de lítio, geralmente.

São feitas sob medida para cada pessoa com o intuito de cobrir os dentes como se fossem uma capa. Trata-se de um procedimento definitivo, porque as lentes são coladas no esmalte dentário e não podem mais ser retiradas, senão para substituir por uma nova. Além disso, há casos em que é necessário fazer um desgaste no esmalte para que a lente se posicione melhor.

Mas a durabilidade do material é muito extensa, podendo chegar até 20 anos. Entretanto, esse tempo varia em função do cuidado que cada pessoa tem com seus dentes. Ainda assim é um procedimento com grande longevidade, seguro e eficaz para alterar a aparência dos dentes com o intuito de harmonizá-los com a face.

Como promove um grande impacto na imagem, é interessante que o procedimento seja realizado por um dentista especializado em estética dental ou harmonização orofacial. Afinal, é necessário fazer um bom planejamento para que os resultados sejam naturais e preservem a saúde bucal.

Quais são as contraindicações para lente de contato nos dentes?

Assim como acontece com qualquer outro procedimento, as lentes de contato dental não são indicadas para todas as pessoas. Há casos em que não é recomendado o seu uso porque poderia trazer algum tipo de risco para a saúde bucal, então os resultados não seriam aqueles esperados ou haveria a possibilidade de insucesso.

Por isso, é fundamental procurar por um especialista experiente a fim de esclarecer todas as dúvidas e observar se, de fato, a lente é a melhor opção. Afinal, existem outros procedimentos e tratamentos que podem promover resultados similares aos dela com maior eficácia, dependendo da situação.

A seguir, listamos algumas das contraindicações para colocação de lentes de contato nos dentes para que você saiba quando é melhor procurar uma alternativa ou tratamento prévio.

Bruxismo

O bruxismo é um distúrbio caracterizado pelo ranger de dentes ou o apertamento excessivo das arcadas involuntariamente. Pessoas com essa condição podem ter insucesso no tratamento com lentes de contato, porque a pressão exercida sobre o material é grande demais, o que provoca danos como fissuras ou quebras, além de desgaste. Nesses casos, o uso de uma placa acrílica que recobre e protege os dentes pode ser a solução após o tratamento com lentes de contato.

Desalinhamentos dentários

Por serem muito finas, as lentes de contato dental não promovem grandes alterações quanto ao alinhamento dos dentes. Por isso, são recomendadas para pacientes que já apresentam uma melhor simetria. Quando há alterações significativas na posição dentária, o ideal é procurar um tratamento ortodôntico ou facetas de porcelana, dependendo do caso.

Dentes escuros ou manchados

Quando os dentes apresentam uma tonalidade natural muito escura, ou foram escurecidos e manchados por antibióticos ou tratamento de canal, por exemplo, as lentes de contato dental não oferecem bons resultados. Elas são finas e claras demais para promover grandes alterações de cor, portanto, ineficazes nesses casos. Facetas e coroas em porcelana normalmente conseguem melhorar a estética desses dentes.

Tendência para cáries

Algumas pessoas apresentam uma tendência maior para o desenvolvimento de cáries, sendo em função do descuido com a higiene bucal ou uma característica do seu organismo. Em ambos os casos, um bom profissional não recomenda o uso das lentes pela possibilidade de elas estimularem essas lesões ao acumular placa bacteriana.

Crianças e adolescentes

Crianças e adolescentes que ainda não desenvolveram totalmente as estruturas faciais também não devem fazer uso de lentes de contato dental. Isso porque a sua anatomia ainda não está totalmente definida, portanto, o tratamento pode ser perdido em função de alterações que se apresentem.

Quais cuidados são necessários após colocar a lente?

Conforme dissemos, as lentes de contato dental podem ter uma durabilidade muito extensa. Porém, a longevidade do tratamento depende muito da cooperação do próprio paciente, afinal, embora resistentes, os materiais podem sofrer danos que reduzem sua vida útil e exigem a substituição da peça.

Uma das recomendações primordiais é quanto à correta higiene bucal. É fundamental manter hábitos para evitar a placa bacteriana e a instalação de doenças e problemas. O ideal é optar por uma escova de dentes macia, um creme dental não muito abrasivo e usar o fio dental pelo menos uma vez por dia.

Também é importante evitar o hábito de fumar porque, além de trazer abalos para a saúde bucal, o cigarro pode provocar alterações no material. Outra medida importante é evitar o consumo excessivo de alimentos ou bebidas com corantes e adotar o hábito de, no mínimo, enxaguar a boca após a ingestão, sendo ideal escovar os dentes.

Alguns hábitos são totalmente contraindicados para quem tem lentes de contato, como é o caso de roer as unhas, morder objetos duros ou usar os dentes como ferramenta para abrir potes. Tudo isso pode fazer com que o material se quebre ou sofra desgaste, reduzindo sua vida útil.

Aliás, as visitas periódicas ao dentista precisam ser mantidas. O acompanhamento desse profissional é essencial para continuar observando a saúde bucal e analisar se não existe nenhum problema com as lentes.

Além das lentes de contato dental, existem alternativas de técnicas e tratamentos que ajudam a valorizar a estética do sorriso, então são uma opção quando esse procedimento é contraindicado. Esse é o caso do clareamento dental, tratamento ortodôntico, restaurações e facetas de porcelana.

Por isso, é interessante você pesquisar a respeito para encontrar o método mais adequado em seu caso. Neste artigo, falamos um pouco sobre a diferença entre as facetas de porcelana e as lentes de contato, que comumente são confundidas, mas têm indicações distintas. Comece pesquisando por ele para descobrir outras formas de valorizar o seu sorriso!

Quer saber mais sobre as lentes de contato dental? Então descubra também as vantagens de realizar esse procedimento!

Leia também: Quanto custa lente de contato para os dentes? Vale a pena?


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais