A restauração de resina é indicada em casos de desgastes, lesões de cárie e danos nos dentes, de modo a reparar sua aparência e, especialmente, seu desempenho funcional. Dentre os principais benefícios da restauração de resina, portanto, além da recomposição da estrutura do dente, é o resultado estético. 

Ainda que esse seja um procedimento muito frequente no consultório, acompanhe o artigo para tirar suas dúvidas quanto ao procedimento.

Ah! E se você possui aquelas restaurações antigas, de cor escura, feitas de amálgama e deseja saber se é indicado trocá-la, fica aqui que eu também respondo a essa pergunta. 

Para que serve a restauração de resina?

Ter os dentes afetados e danificados é um problema que muita gente já passou ou pode enfrentar um dia na vida, mesmo levando uma prática de higiene bucal responsável e cuidadosa. Seja por uma cárie dentária, pequenos danos, fraturas acidentais ou até mesmo pelo desgaste natural dos dentes.

Na maioria desses casos, a restauração de resina pode ser um dos tratamentos mais eficazes. A técnica serve para recompor tanto a estrutura que foi comprometida como a aparência dos seus dentes. Além disso, o material protege a dentina e a polpa do dente evitando que o paciente tenha sensibilidade nos dentes.

Ressalta-se, no entanto, a necessidade de um diagnóstico preciso do seu dentista. Em casos específicos, a depender da gravidade do dano provocado pela cárie, o paciente pode ser indicado para outras intervenções, incluindo o tratamento de canal, por exemplo.

Saiba aqui em que casos o tratamento de canal é mais indicado para tratar cáries.

Como é feita a restauração de resina?

O primeiro passo para fazer uma restauração de resina é retirar a parte do dente que está danificada, em casos de lesões de cárie. Em seguida, o dentista faz o preparo da cavidade que precisa ser extremamente criterioso. Isso é necessário para que a resina possa ser colocada na cavidade e tenha ótima adesão.

Depois do procedimento de remoção do dano, preparo e limpeza local, a cavidade é selada com a resina. O material passa por um processo de fotopolimerização, ou seja, torna-se rígido e fixa na parte interna do dente. Para finalizar, o dentista realiza o polimento do material, após remover os excessos. Essa etapa é importante para que a restauração possa ter a aparência da estrutura natural do dente e fique liso o suficiente para permitir uma boa higienização.

Quanto tempo dura uma restauração de resina?

O tempo de vida de uma restauração vai depender muito do material que o seu dentista for utilizar no procedimento. Entre os mais usados estão a de resina, porcelana e metálicas. A restauração de resina, portanto, costuma durar entre 5 e 6 anos — tempo que varia  e pode ser maior conforme a higiene bucal do paciente e qualidade da resina utilizada..

Tenho restauração de amálgama. Devo trocar para resina?

Há alguns anos, o material mais usado era a amálgama, uma liga metálica formada pela reação do mercúrio com um outro metal. Praticamente todos os metais formam amálgamas com mercúrio, sendo exceções o ferro e a platina. Para que a restauração de amálgama fosse bem sucedida, o dentista precisava desgastar muito o dente para fixar o material na cavidade. 

Esse material é extremamente resistente e pode durar cerca 10, 20 e até 30 anos. Em contrapartida, o amálgama prejudica a estética do dente por ser uma massa escura e cinza e, ao longo dos anos, vai manchando o dente, deixando-o mais acinzentado. Além disso, por ser um composto de metais pesados (mercúrio, prata, estanho), seu uso foi sendo abolido ao longo dos anos .

Por esses motivos, atualmente o material mais utilizado é a restauração em resina — por ter boa adesão mesmo em cavidades pequenas, não desgastar tanto os dentes, ter boa estética e não ser tóxica ao organismo.

Se você possui uma restauração de amálgama, no entanto, a troca do material pode ser avaliada por meio de exame de radiografia para que o dentista identifique qual a profundidade da sua restauração e veja a necessidade de substitui-la. Em alguns casos, o material está muito próximo do canal (polpa dentária) e o procedimento pode ser delicado.

Lembrando que as restaurações recuperam a estética do dente, mas seu objetivo principal é devolver a plena função e estrutura do dente. Sendo assim, o dentista avaliará se a troca é benéfica ou não para a saúde bucal do paciente.

Marque sua consulta!

Precisa de uma restauração ou deseja trocar a restauração de amálgama? Agende agora mesmo uma consulta na Clínica Ianara Pinho. A clínica fica localizada no Distrito Federal e conta com um centro de radiologia integrada atendendo a praticamente todos os tipos de exames e tratamentos. Todos os procedimentos são feitos na clínica, sem a necessidades que você precise ir a outros espaços.

AGENDAR CONSULTA!


Deixe uma resposta

Agendamento

Leia Também!

Tipos de Próteses Dentárias: especialista esclarece as opções

Tipos de Próteses Dentárias: especialista esclarece as opções

As dentaduras não são os únicos modelos existentes! Existem outros tipos de próteses dentárias, com resultados até melhores e mais positivos. Saiba mais!

Diferenciais

Repouso

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Cirúrgica

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

all in one

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

consultórios

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

radiológico

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais