Saber quais são os mitos e verdades sobre implante dentário é importante para que você conheça a fundo esse tratamento. Afinal, ele está se popularizando cada vez mais, porque substitui os dentes perdidos de forma eficaz, com mais funcionalidade e cuidado com a estética do paciente.

O procedimento consiste em fixar um pino metálico no osso que mantém a raiz dos dentes presa na arcada. Ou seja, confeccionamos uma raiz artificial e, sobre ela, é colocada uma prótese que substitui o dente perdido. É uma técnica cirúrgica que exige boa saúde do paciente para ser realizada e cuidados para garantir o sucesso do tratamento.

Preparamos este artigo com o intuito de esclarecer algumas informações sobre os implantes dentários, mostrando aquilo que é verdade ou não. Continue lendo para conhecer mais alguns detalhes desse tratamento e ficar por dentro do assunto!

Somente idosos podem ter implante

MITO. É muito comum que pessoas idosas façam implantes dentários porque a perda de dentes é frequente na terceira idade. No entanto, esse procedimento não é restrito aos idosos, sendo indicado para pessoas de todas as faixas etárias.

Apenas crianças e adolescentes que ainda não completaram o desenvolvimento ósseo não podem receber implantes. Isso porque ainda vão ocorrer mudanças em sua face, então, o tratamento poderia ser perdido ou prejudicar os dentes naturais e a estrutura óssea.

Existem vários tipos de implante

VERDADE. Os implantes dentários são indicados para substituir apenas um dente, diversos ou todos da arcada superior ou inferior. Como são necessidades distintas, existem diferentes tipos deles para atender a cada paciente, sendo:

  • implante unitário;
  • implante 2 x 3;
  • carga imediata;
  • prótese protocolo;
  • prótese overdenture.

O tipo de implante que será feito é definido pelo especialista de acordo com cada caso. Além disso, há várias marcas nacionais e importadas, formatos diferentes, bem como materiais distintos. Tudo para atender com precisão a necessidade de cada um.

É possível fazer implantes dentários sem cortes

MITO. Entre os mitos e verdades sobre implante dentário, essa é uma informação que precisa ser muito bem esclarecida. De fato, existe uma técnica popularmente chamada de implante sem corte, mas isso não é totalmente verdade, porque mesmo nela há necessidade de fazer uma abertura na gengiva.

Trata-se da cirurgia guiada, realizada pelo implantodontista com o auxílio de um guia cirúrgico. Ele mostra exatamente onde o implante deve ser posicionado, por isso, não é preciso fazer grandes cortes na gengiva, apenas a retirada de uma pequena porção dela para abrir um orifício.

O tamanho dele é semelhante ao do implante que será utilizado. O implantodontista tem acesso ao osso por meio desse pequeno espaço, então, a invasividade do procedimento é menor. Mas, ainda assim, é preciso fazer esse corte a fim de acessar a base óssea.

Quem tem diabetes ou problemas cardíacos pode fazer implante

VERDADE. A contraindicação da cirurgia de implante para pessoas diabéticas, cardíacas, hipertensas e outros se dá quando esses problemas orgânicos não estão devidamente controlados. Nesse caso, não só essa cirurgia, mas qualquer outra, poderia se caracterizar um risco para a pessoa, com mais chances de complicações e insucesso.

O que acontece, então, é que o implantodontista fará uma avaliação mais minuciosa do paciente para verificar o seu quadro clínico. Além disso, pode precisar ou solicitar o parecer do médico responsável pelo paciente, para que se possa definir se a cirurgia é viável e segura naquele momento.

O organismo pode rejeitar o implante

MITO. Essa também é uma dúvida muito frequente entre os mitos e verdades sobre implante dentário, mas quem deseja fazer esse tratamento pode ficar tranquilo, porque não existe o risco de acontecer uma rejeição.

Esse fenômeno ocorre apenas quando o organismo entende que foi invadido por um corpo estranho e reage para expulsá-lo. Isso é evitado com a utilização de materiais biocompatíveis para fabricação dos implantes, geralmente o titânio.

De fato, existem casos de insucesso no tratamento, mas eles acontecem por causa de complicações no pós-operatório, como inflamações e infecções. Então, os tecidos não cicatrizam corretamente e o implante não consegue se fixar, mas não se trata de uma rejeição.

É possível extrair o dente e instalar o implante na mesma cirurgia

VERDADE. Essa técnica é chamada de carga imediata e geralmente é aplicada em pacientes que precisam extrair um dente. O tratamento é planejado de forma antecipada para que, assim que o dente natural for retirado, seja aproveitado o mesmo espaço para colocar o implante e, sobre ele, a prótese provisória.

No entanto, é importante saber que não são todos os pacientes que podem se submeter a essa técnica. É preciso que tudo esteja favorável para que não haja o risco de problemas na ósseointegração (cicatrização do osso ao redor do implante). Sendo assim, somente o dentista pode dizer quem está apto ou não para receber a carga imediata.

Pacientes que não têm muito osso podem receber implante

VERDADE. Porém, como é necessário ter uma boa quantidade e qualidade de osso para fixar o implante, antes, será preciso tratar essa perda óssea para compor uma base adequada para a realização do tratamento. Sendo assim, pacientes com essas características precisam fazer um enxerto ósseo.

Esse procedimento geralmente é realizado antes da cirurgia de implante e consiste em acrescentar fragmentos ou um bloco de osso na região onde houve a perda do tecido. É esperado o tempo de cicatrização, depois, feita a fixação do implante. De toda a forma, existem casos em que é realizado o enxerto e o implante no mesmo dia.

Fumantes não podem fazer implante

MITO. Ser fumante não é um impedimento para realizar a cirurgia de implantes. Porém, é preciso estar com a saúde bucal equilibrada e entender que, durante o pós-operatório, será essencial evitar o tabaco para garantir a boa cicatrização dos tecidos.

A abstenção é necessária porque as toxinas do cigarro prejudicam a circulação sanguínea, dificultando a cicatrização e aumentando as chances de inflamações, infecções e insucesso do tratamento. Portanto, é preciso haver a colaboração do paciente ao evitar o tabaco até que o tratamento seja finalizado.

Depois de fazer implantes é possível comer normalmente

VERDADE. Um dos principais objetivos do tratamento com implantes dentários é promover a reabilitação oral do paciente para que ele tenha uma boa alimentação outra vez. Por isso, depois de fazer o procedimento, assim que os tecidos estiverem recuperados, é possível manter um cardápio normal.

Há quem acredite que existe a necessidade de fazer adequações na dieta para não danificar o implante. No entanto, não há risco de o pino se soltar, e a prótese requer os mesmos cuidados que os dentes naturais, então, você pode comer de tudo sem medo.

Ficou claro quais são os mitos e verdades sobre implante dentário? Agora que você já aprendeu mais sobre ele, não se esqueça que o procedimento precisa ser feito por um implantodontista experiente. Afinal, é necessário fazer um bom planejamento do tratamento e utilizar materiais de qualidade, a fim de alcançar melhores resultados funcionais e estéticos.

Gostou do artigo? As informações que você tinha sobre implantes dentários eram mito ou verdade? Deixe seu comentário e conte para a gente!


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais