Ambos os tratamentos são indicados para solucionar um problema que incomoda e afeta a autoestima de muitas pessoas: a falta de dentes. Porém, qual é a diferença entre implante e prótese dentária? Qual a solução mais indicada para um paciente?

Se essas são as suas dúvidas, continue acompanhando este artigo.

Vamos esclarecer as principais características e diferenças entre implante e prótese, além das vantagens e desvantagens de cada um, para que você possa ter uma boa noção de qual o melhor tratamento de acordo com cada caso.

Confira!

Afinal, qual a diferença entre prótese dentária e implante?

A principal diferença entre implante e prótese dentária está na complexidade do tratamento. Isso porque o implante dentário é capaz de substituir toda a estrutura do dente natural perdido, tanto a parte visível do dente (coroa), quanto a parte interna (raiz). Por outro lado, a prótese só substitui a coroa do dente.

Essas características de cada um dos tratamentos interferem diretamente nas suas indicações.

Entenda melhor sobre a questão abaixo, junto a outros aspectos que diferenciam o implante dentário da prótese dentária.

Indicações

Em geral, o implante é indicado para casos em que o paciente perdeu toda a estrutura do dente, inclusive a raiz. Já em quadros em que a raiz ainda está preservada, costuma-se recomendar a prótese dentária fixa (coroas, blocos, etc.).

Porém, ambos os tratamentos são versáteis e podem ser indicados tanto para casos mais simples (como a ausência de um dente) quanto para casos mais complexos (quando o paciente não possui alguns dentes da boca ou perdeu todos da arcada), a depender do tipo de implante ou de prótese dentária a ser utilizada.

Leia também: Conheça as principais causas da perda de dentes e como prevenir

Contraindicações

Por tratar-se de um procedimento cirúrgico, o implante dentário também possui contraindicações diferentes da prótese dentária, mais específicas. Por exemplo, pacientes que não apresentam boas condições de saúde, têm problemas ósseos e não podem ou não desejam fazer um enxerto ósseo, não é recomendado a cirurgia de implante.

O enxerto ósseo pode ser necessário em alguns pacientes que desejam realizar o implante dentário e possuem perda óssea, já que para o sucesso do procedimento é preciso ter uma boa base óssea para fixar o pino do implante.

Além disso, pacientes diabéticos, hipertensos, gestantes e pessoas que apresentam quadros de doenças ósseas, como a osteoporose, precisam ser avaliados com cautela para saber se podem fazer a cirurgia de implante. 

Já no caso da prótese, por não incluir intervenção cirúrgica, o tratamento só é contraindicado em pacientes que não possuem uma boa saúde bucal (como fungos na região bucal, cáries, problemas virais e periodontais, gengiva inflamada, por exemplo).

Fixo X Móvel

Outra grande diferença entre implante e prótese dentária está na possibilidade de remover ou não o dispositivo da boca do paciente durante o tratamento. Enquanto o implante é fixo e não pode ser removido, existem alguns tipos de prótese dentária que são móveis (dentaduras), o que permite ao paciente retirá-la quando desejar.

Durabilidade

Qual dispositivo dura mais: os implantes de dente ou as próteses dentárias? A princípio, os implantes duram mais tempo que as próteses, principalmente devido ao tipo de material utilizado na fabricação dos implantes, o titânio. 

Com boa higiene, manutenção e consultas periódicas, por exemplo, um implante dentário pode durar mais de 20 anos, enquanto a prótese pode chegar a 10 anos, sem necessidade de troca.

Porém, é recomendado que a troca dos dispositivos seja feita antes do seu prazo máximo de validade.

Instalação

A instalação de cada dispositivo também é um dos principais fatores que os diferenciam. Para instalar o implante dentário é necessário fazer um procedimento cirúrgico, ao contrário da prótese dentária, que demanda apenas a confecção do molde adaptado à arcada dentária do paciente, na maioria dos casos.

Higiene e limpeza, manutenção e cuidados

No que se refere aos cuidados, a diferença entre implante e prótese está, principalmente, na forma como é feita a higiene bucal. Para o primeiro, é possível fazer uma escovação tradicional sem atenção específica para o implante. Basta utilizar uma escova com cerdas macias, passar o fio dental e, se desejar, finalizar com enxaguante sem álcool (com flúor).

Porém, aqueles que usam próteses precisam dar atenção ao dispositivo, pois ele pode acumular mais resíduos em suas estruturas e em alguns cantos escondidos. 

Quem usa os modelos fixos deve complementar a escovação tradicional com a escova interdental, finalizar com o fio dental e, em alguns momentos, usar outros dispositivos para higienização de acordo com a recomendação do profissional. 

Nesse caso, as próteses móveis têm suas vantagens, uma vez que basta retirar da boca para fazer uma higienização muito mais minuciosa. Para isso, utiliza-se uma escova de dente própria para próteses, mas é interessante também recorrer a produtos específicos para a limpeza de dentaduras, que são vendidos livremente.

Tanto para quem usa implantes quanto próteses, esses cuidados caseiros devem ser complementados por técnicas profissionais. 

Sendo assim, a cada seis meses, ou conforme recomendado pelo especialista, é preciso fazer uma consulta para realizar uma limpeza completa. 

Alguns Cuidados

Os demais cuidados para evitar danos ao implante e à prótese são os mesmos, incluindo:

  • evitar alimentos muito duros e difíceis de mastigar;
  • não roer as unhas;
  • evitar o hábito de morder objetos;
  • utilizar ferramentas, e não os dentes, para abrir e cortar coisas;
  • fazer uma boa higiene após o consumo de alimentos e bebidas pigmentados;
  • evitar o tabaco.

Lembrando que, quando as próteses móveis não estiverem na boca, elas precisam se manter hidratadas, por isso, devem permanecer imersas em uma solução própria para dentaduras. Converse com o especialista para que ele recomende o melhor produto, que não causará danos aos componentes do dispositivo.

Preço e custo do tratamento

Uma das diferenças mais notáveis entre implante e prótese dentária é o preço de cada dispositivo. Em geral, o tratamento com a prótese costuma sair mais em conta.

É importante ressaltar também que o custo total de cada tratamento depende de diversos fatores, como o quadro do paciente, suas necessidades e desejos, se precisará de enxerto ósseo ou algum procedimento adicional, se os materiais serão nacionais ou importados, além dos benefícios e tecnologias de cada tratamento, da qualidade da clínica e do profissional que irão realizá-lo.

Saiba mais em: Qual o valor de um implante dentário?

Próteses e implantes podem estar relacionados?

Esses tipos de tratamentos para falta de dentes estão frequentemente relacionados. Afinal, a prótese faz parte da estrutura do implante dentário! Enquanto o implante em si serve para substituir a raiz do dente perdido e restaurar sua característica funcional, a prótese garante o aspecto funcional e também estético do dente, afinal substituirá a coroa. 

Funciona da seguinte forma: o implante é confeccionado de forma artificial com a utilização de um pino metálico, geralmente de titânio.

A partir disso, o implantodontista (profissional responsável pela cirurgia de implante) faz um pequeno furo no osso alveolar (que sustenta os dentes) e ali encaixa o implante

Com o passar do tempo, o osso se recompõe, aproxima-se desse pino e o envolve, fazendo com que fique totalmente preso na boca, processo chamado de osseointegração.

Após essa etapa, é colocado sobre o implante um dente artificial, ou seja, uma prótese. 

Portanto, a prótese também é utilizada no implante, mas não fica solta porque tem uma raiz artificial, conforme dito, imitando perfeitamente um dente natural.

Por isso, o implante dentário é um tratamento definitivo que pode trazer mais segurança para o paciente, tanto na hora de mastigar quanto para falar e sorrir. Afinal, não existe o risco de o dispositivo desencaixar da boca.

Implante ou prótese: qual o melhor? Conheça as vantagens e desvantagens de cada um

Tantos os implantes quanto as próteses são métodos eficazes para promover a reabilitação oral de pessoas que perderam dentes. Porém, essas técnicas apresentam suas vantagens e desvantagens, como pode conferir no quadro abaixo.

 Vantagens Desvantagens
Implante Dentário– Alta durabilidade;- Dispositivo totalmente fixo;
– Maior firmeza na mastigação;-
Segurança para falar e sorrir;
– Valorização estética.
– É um procedimento cirúrgico;
– Precisa de excelente saúde bucal, sistêmica e óssea;
– Tem um custo mais elevado;
– Não pode ser retirado da boca.
Prótese Dentária– Apresenta poucas contraindicações;
– Custo mais acessível;
– Indicação para diversos casos;
– Pode ser retirada da boca.
– Menos estabilidade;
– Precisa de substituição periódica;
– Estética de menor qualidade;
– Mais suscetível a danos;
– Maior acúmulo de resíduos.

Em função da diferença entre implante e prótese dentária, não podemos dizer que um método é melhor do que o outro, já que apresentam indicações e benefícios distintos. 

Mesmo com um quadro comparativo entre as vantagens e desvantagens de cada um, é fundamental a avaliação de um dentista especialista para que ele analise seu caso de modo geral e defina qual é o melhor tratamento para recuperar a estética e funcionalidade do seu sorriso.

 

A Clínica Ianara Pinho Odontologia oferece tudo que você precisa para realizar o seu tratamento com implante ou prótese dentária em um só lugar! Somos uma clínica completa. Clique aqui e agende agora mesmo uma consulta com um de nossos especialistas!

 

 

 
 

Leia também: 4 fatores que comprovam a qualidade da Ianara Pinho Odontologia.

 


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais