Caracterizado pelo ranger e/ou apertar dos dentes, o bruxismo é um hábito parafuncional que — se não for tratado — pode causar desgaste, fraturas e até amolecimento dos dentes.

Muito comum durante o sono, o bruxismo também está presente no dia a dia das pessoas. Quem sofre do problema às vezes nem percebe que possui o hábito. Dessa forma, a maioria dos pacientes só descobre o bruxismo quando o dentista observa os principais sinais de desgaste nos dentes.

Para saber mais sobre a doença, suas causas, consequências, riscos, sintomas e tratamento, acompanhe o artigo.

Leia também: Dor de dente: o que pode ser?

Quais as causas do bruxismo?

Muitos pensam que o bruxismo é um problema que só atinge crianças. Mas, embora seja muito frequente nos pequenos, jovens e adultos não estão livres do problema. Entre as principais causas do bruxismo diurno (bruxismo em vigília) estão o estresse, a ansiedade e a dificuldade de concentração.

Além disso, fator hereditário, problemas respiratórios, uso de alguns medicamentos e questões neurológicas também podem estar relacionados ao problema. Há ainda relatos na literatura médica de pacientes que tiveram bruxismo após traumas, acidentes e estresse pós-traumático.

Quais são os principais sinais e sintomas do bruxismo?

O sinal mais característico é o ruído provocado pelo ranger dos dentes. Mas vale dizer que nem sempre os ruídos estão presentes, fazendo do bruxismo um mal silencioso. Entre os principais sintomas relatados pelos pacientes que enfrentam o problema são:

  • dores de cabeça;
  • alteração na audição com presença de zumbidos;
  • dores na face;
  • hipertrofia do masseter (músculo que ajuda no abrir e fechar da boca);
  • dores na ATM (Articulação Temporomandibular);
  • amolecimentos nos dentes;
  • dores cervicais;
  • desgaste dentário.

Esses sintomas aparecem devido à pressão exagerada que é exercida nos dentes. 

Quais as consequências do bruxismo?

É extremamente importante que o bruxismo seja controlado de forma prévia, antes que o problema se agrave. Caso o controle não seja iniciado logo no início dos primeiros sinais, o paciente pode ter danos irreparáveis para a saúde e a estética bucal.

Isso porque o bruxismo provoca microfraturas; hipersensibilidade dos dentes por conta da perda do esmalte e consequente exposição da dentina, podendo causar quebra de restaurações e próteses. Além disso, a força excessiva pode amolecer e causar a perda de um ou mais dentes.

Outra consequência comum do bruxismo é o encurtamento dos dentes. Isso porque o hábito desgasta os dentes, que, com o tempo, vão perdendo parte da sua estrutura. Normalmente, esse fator aparece quando o paciente não trata o problema de forma precoce.

Entre outros prejuízos para o paciente — caso a condição não seja tratada —, podemos listar:

  • disfunção temporomandibular;
  • desgaste dos dentes;
  • lesões que podem fraturar os dentes;
  • perda de esmalte;
  • sensibilidade nos dentes;
  • cefaleia;
  • dores de cabeça e pescoço;
  • enxaqueca crônica.

Quais os tipos de bruxismo?

O ato de ranger e apertar os dentes não é algo exclusivo do sono. Como mencionei no início do artigo, o hábito também pode ser praticado durante o dia. Os tipos mais comuns de bruxismo são: o de vigília e o noturno.

O bruxismo de vigília é o ato diurno de ranger ou apertar os dentes. Inclusive, é possível que durante o dia essa frequência seja mais alta que no período da noite. Enquanto as pessoas rangem os dentes em torno de 7 a 8 minutos durante o sono, no período diurno isso pode se estender por horas.

Já o bruxismo noturno é o ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono. O hábito pode emitir ruídos tão altos ao ponto de acordar quem estiver no mesmo quarto. No bruxismo infantil, por exemplo, muitos pais já devem ter acordado à noite ao ouvir seus filhos rangendo os dentes no quarto ao lado.

Existe tratamento para o bruxismo?

A Odontologia evoluiu bastante e, apesar de não ter tratamento, existem técnicas para minimizar o problema. As mais comuns normalmente são pouco invasivas. Em casos mais graves, principalmente quando envolve questões respiratórias mais severas,  o paciente precisa passar por intervenção cirúrgica, mas só quem pode indicar o melhor procedimento é o cirurgião dentista (em parceria com outros especialistas) após avaliação clínica e acompanhamento do caso.

Um dos tratamentos mais recomendados é o uso da placa para bruxismo ou dispositivo interoclusal (como mostra a imagem abaixo). Nesse caso, o paciente usa uma placa protetora de acrílico. A placa protege os dentes de um eventual desgaste e alivia o desconforto na região das articulações da mandíbula. 

Aparelho de bruxismo.

Esse é um dos métodos de controle mais simples, por não ser invasivo. Não há, em geral, indicação do uso de medicamentos e poucas são as contraindicações. Após a solicitação do dentista e a realização de alguns exames, o paciente receberá uma placa acrílica que atenda ao formato da sua arcada dentária.

Além do uso da placa para bruxismo, outros procedimentos podem ser indicados pelo seu dentista no controle do bruxismo, como:

  • uso de medicação analgésica ou relaxantes musculares para aliviar dores, quando for o caso;
  • higiene do sono;
  • aplicação de toxina botulínica (botox) no músculo que age na pressão dos dentes (em casos específicos);
  • acompanhamento com otorrinolaringologista e neurologistas;
  • tratamento cirúrgico;
  • acompanhamento psicológico para tratar estresse e ansiedade.

Curiosidade!

Você sabe o porquê do nome bruxismo? Muitos pensam que há alguma relação com bruxaria, no entanto a origem da palavra é grega — “brychein”, que significa ranger os dentes.

Como falamos, o hábito é, muitas vezes, involuntário e o seu diagnóstico e controle devem ser feitos o quanto antes pelo seu dentista.

Marque sua consulta!

Se você acredita que pode ter bruxismo, agende agora mesmo uma consulta na Clínica Ianara Pinho. A clínica fica localizada em Águas Claras-DF e conta com um centro de radiologia integrada atendendo a vários tipos de exames e tratamentos odontológicos. Todos os procedimentos e a maioria dos exames são feitos na própria clínica, sem necessidade de ir a outros espaços para execução dos mesmos.

AGENDAR CONSULTA!

 

Leia também:

Disfunção da Articulação Temporomandibular: saiba o que é e como tratar

O que é e para que serve a harmonização facial?

Quem tem Bruxismo pode colocar Lente de Contato Dental?


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais