O que acha de alinhar seus dentes e corrigir imperfeições para ter um sorriso perfeito? Isso é feito com tratamentos da Ortodontia, mas antes de você procurar uma clínica, recomendamos que leia este artigo. Afinal, vamos explicar para você tudo sobre aparelho ortodôntico.

Esse dispositivo existe há muitos anos e continua sendo um instrumento extremamente importante nos consultórios odontológicos. Mas hoje existem opções modernas que trazem alternativas interessantes para quem precisa alinhar seus dentes, porém, de uma forma mais discreta e confortável.

Adultos e crianças se beneficiam com esse tipo de tratamento, e as vantagens que ele oferece são muitas. Além de recuperar a estética do sorriso, os aparelhos equilibram a saúde bucal e oferecem uma melhor qualidade de vida.

Por isso, continue lendo e entenda melhor as opções que existem e a importância da ortodontia para pessoas de todas as idades!

A importância do aparelho ortodôntico

O uso de aparelho ortodôntico não é uma medida supérflua. Afinal, os desalinhamentos dentários e os problemas de mordida afetam muito mais do que a estética de uma pessoa. Essas condições também trazem prejuízos para a saúde bucal e abalam toda a estrutura da face.

Com o passar do tempo, ocorrem desgastes na dentição e nos ossos, que causam, entre outras complicações, dores musculares e na articulação da mandíbula , sem falarmos das doenças bucais como cárie e gengivite, decorrentes da dificuldade de fazer a higienização dos dentes em função dos seus desalinhamentos.

A má oclusão também prejudica a mastigação e pode provocar problemas à saúde. E quando o quadro é ainda mais expressivo, a pessoa pode ter dificuldades na fala, em função de não conseguir articular certos fonemas por causa da posição dos dentes ou das arcadas.

Além disso, aqueles que perderam um ou mais dentes podem precisar de aparelho. Isso acontece porque a dentição tende a desalinhar com o tempo em direção a esses espaços vazios, trazendo impactos estéticos e funcionais negativos.

Sendo assim, o aparelho ortodôntico é de extrema importância quando há imperfeições que afetam a funcionalidade e a simetria das arcadas. Ao utilizá-lo durante algum tempo, são realizadas mudanças expressivas na cavidade bucal de uma pessoa.

O resultado do uso desses aparelhos, além de equilibrar a estrutura facial e suas funcionalidades, é excelente para a autoestima de qualquer um. Afinal, ter dentes tortos ou imperfeitos impacta a imagem e o modo como a pessoa se vê, deixando-a insatisfeita com sua aparência.

Tudo sobre aparelho ortodôntico e seus tipos

Embora falemos sobre desalinhamentos dentários e problemas de mordida de uma forma generalizada, é fato que cada paciente apresenta uma necessidade. Esses problemas diferem entre os pacientes, por isso, a abordagem do ortodontista é diferente em cada caso.

Para que ele consiga promover bons resultados estéticos e funcionais, foram desenvolvidos diferentes dispositivos para realizar as movimentações dentárias. Dessa forma, é importante pesquisar tudo sobre aparelho ortodôntico a fim de conhecer as diferentes opções de tratamento que existem atualmente.

Afinal, ainda existem os aparelhos convencionais, mas também aqueles estéticos, que são mais discretos e, recentemente, os alinhadores se popularizaram.

Tudo isso veio revolucionar a Ortodontia e oferecer aos pacientes tratamentos mais confortáveis, rápidos e com valorização estética.

Veja a seguir um pouco mais sobre essas diferentes opções de dispositivos, para que assim seja possível conversar com o seu dentista sobre aquele que atende exatamente ao que você deseja e precisa.

Aparelhos fixos

Os aparelhos fixos são indicados para movimentar os dentes em casos mais complexos. Para isso, o dentista cola um bráquete em cada dente do paciente e faz a ligação entre eles por meio de um arco metálico.

Esses dispositivos não podem ser retirados da boca e a sua versão tradicional e mais conhecida é aquela em metal.

Apesar de impactar a estética do sorriso, o aparelho fixo é muito importante porque realiza mudanças significativas na dentição. Esse geralmente é o primeiro passo de um tratamento mais longo.

Aparelhos fixos estéticos

Esse tipo de dispositivo é semelhante ao anterior, já que também é composto por bráquetes e não pode ser retirado da boca. Porém, o seu diferencial é o material com o qual ele é confeccionado. Nesse caso, o aparelho não é metálico.

Seus componentes são fabricados com materiais cuja tonalidade é similar à do esmalte dentário. Há aqueles cujas peças são transparentes, assim, ficam muito discretos na boca e não afetam a aparência do paciente durante o tratamento.

Da mesma forma como o convencional, esses aparelhos realizam mudanças expressivas na dentição e mordida, sendo ideais para casos complexos, mas a pessoa não tem o inconveniente de seu sorriso ficar marcado pelo tom metálico. Assim, mesmo que precise de grandes mudanças, é possível fazer o tratamento de forma discreta.

Aparelho lingual

É um tipo de aparelho fixo, porém, os seus bráquetes são colados na face interna dos dentes, ou seja, eles não ficam aparentes na boca.

Por isso, é uma opção interessante para quem deseja fazer um tratamento discreto ou para aqueles que praticam esportes que podem causar impactos na boca.

Esse dispositivo é metálico e indicado para diversos tipos de problemas ortodônticos. O único inconveniente é o fato de estar em contato com a língua, sendo assim, algumas pessoas podem ter um pouco mais de dificuldade para se adaptar a ele.

Aparelhos removíveis ou móveis

Os aparelhos removíveis, como o próprio nome diz, podem ser retirados e colocados na boca pelo próprio paciente. São fabricados em metal ou acrílico e podem ser indicados em dois momentos diferentes com objetivos distintos.

Uma das suas indicações é para guiar o nascimento dos dentes permanentes quando a criança está passando pela fase da troca.

Se houver tendência para desalinhamentos, esse dispositivo impede que eles sejam muito expressivos e facilita um possível tratamento ortodôntico posterior.

Mas também há os aparelhos de contenção. Nesse caso, eles são utilizados depois de retirar o aparelho fixo, e sua função é impedir que os dentes retornem para sua posição original (recidiva dentária).

Ou seja, esse dispositivo mantém os resultados alcançados até que os tecidos se acostumem com a nova posição.

Alinhadores

Os alinhadores são uma nova opção de aparelho ortodôntico que vem se popularizando cada vez mais. Sua estrutura é diferente dos dispositivos mais conhecidos, já que ele não tem bráquetes, fios, elásticos ou qualquer outro componente.

Na verdade, esse aparelho tem um formato parecido com o das placas para tratar bruxismo ou as moldeiras de clareamento dental. É feito sob medida e se encaixam com perfeição na arcada dentária. Seu material é totalmente transparente e envolve os dentes, deixando a impressão de que a pessoa não está usando nada.

O dentista confecciona diversos alinhadores com pequenas diferenças entre si. Assim, a cada 15 dias, em média, o alinhador é trocado pelo seu sucessor. Então, os dentes são estimulados a se movimentarem e os resultados aparecem aos poucos.

Os alinhadores são um tipo de aparelho móvel, podendo ser retirados da boca pelo paciente na hora de comer ou escovar os dentes. Por isso, oferecem tratamento muito discreto e confortável, já que não acontece atrito com a boca e a pessoa nem percebe que está usando.

Leia também:

Mini-implante dentário oferece resultados mais rápidos e precisos!

O aparelho ortodôntico ideal

Certamente você já ouviu uma pessoa reclamar de usar aparelho, não é mesmo? Essa reação não é nada incomum, o que faz o uso do aparelho dentário ser um verdadeiro tabu em muitos casos. Para mudar essa situação, há as opções estéticas que citamos anteriormente.

Apesar disso, é sempre importante ressaltar a necessidade de marcar uma consulta com um especialista para que ele ajude a definir qual é o aparelho ortodôntico ideal, sempre utilizando aqueles de boas marcas e que são seguros para a saúde bucal.

Afinal, existem alguns que podem ser muito perigosos. Eles trazem cores diferentes e formatos que, apesar de atrativos, causam desconforto e geram muito atrito. Isso aumenta os riscos de ocorrerem aftas, por exemplo. Sendo assim, o ideal é sempre pedir o conselho de um profissional experiente.

Ele avaliará o seu caso por meio da análise clínica e exames. Assim, verificará quais são as suas necessidades e os dispositivos ideais para promover as mudanças necessárias. Desse modo, você poderá optar por aqueles mais eficazes e que também sejam confortáveis e discretos.

Não se esqueça de que o tratamento varia para cada pessoa, então pode haver algum dispositivo que não seja mais indicado para você.

Portanto, esclareça suas dúvidas com o profissional para saber tudo sobre o aparelho ortodôntico que você vai usar e cada etapa do tratamento, que costumam ser:

  • avaliação: o profissional analisa seus dentes para conhecer suas necessidades;
  • planejamento: é definido o modo como as movimentações serão realizadas;
  • alinhamento dos dentes: são corrigidos giros, espaços, posições e outras imperfeições;
  • encaixe da oclusão: as arcadas são trabalhadas para que haja seu encaixe perfeito;
  • contenção: o aparelho é substituído pela contenção para que os tecidos se acostumem e os resultados sejam permanentes.

Tempo de duração do tratamento ortodôntico

Em relação a tudo sobre aparelho ortodôntico, uma das principais coisas que os pacientes desejam saber é o tempo que será preciso usá-lo.

Porém, essa é uma pergunta realmente difícil de ser respondida, porque cada tratamento tem a sua individualidade e características praticamente únicas, que dependem da complexidade de cada caso.

Há quem precise corrigir pequenos desalinhamentos ou diastemas, que são aqueles espaços entre os dentes. Nesse caso, o tempo é menor porque os problemas não são complexos. Mas alguns pacientes têm dentes muito desalinhados, apinhados, mordida que não se encaixa e outras condições

Para esses, as etapas podem ser mais demoradas, bem como existe a possibilidade de usar mais de um aparelho, a fim de viabilizar as movimentações. Por isso, o ideal é que você converse com o ortodontista para que ele diga, em seu caso, qual é a expectativa média de duração do tratamento.

Lembrando que, mesmo assim, trata-se de uma expectativa, afinal, o tempo também varia conforme a resposta do organismo. Ele pode favorecer as movimentações ou se mostrar mais resistente, assim, o tratamento pode durar mais ou menos do que o esperado.

Você pode fazer a sua parte para que esse tempo seja menor. Basta cumprir as recomendações do profissional e comparecer sem falta às consultas. Se usar um aparelho móvel, permaneça com ele o máximo possível na boca. E tenha cuidado para evitar danos aos dispositivo, pois esses imprevistos geram atrasos.

De toda forma, independentemente do tempo que você precisará usar o aparelho ortodôntico, lembre-se que não será para sempre. E depois de finalizar o tratamento, você terá um sorriso totalmente alinhado que vai manter a sua saúde bucal e valorizar a sua aparência, elevando sua autoestima.

O aparelho ortodôntico e autoestima

Antigamente, era muito comum aos pacientes fugirem do tratamento ortodôntico, principalmente por causa do impacto estético que os dispositivos causavam. No entanto, essa realidade agora é diferente justamente porque existem opções de aparelho que não prejudicam a aparência.

A Ortodontia evoluiu muito e os seus tratamentos agora contribuem para elevar ainda mais a autoestima, mesmo durante o tratamento. Afinal, é possível usar os dispositivos estéticos ou invisíveis e corrigir os dentes sem que as demais pessoas percebam que você está usando aparelho.

Depois de retirar o dispositivo, a satisfação é ainda maior. Os dentes estarão alinhados, simétricos e harmônicos, compondo um sorriso bonito e com aspecto saudável. Um cartão de visitas agradável, que faz a pessoa ficar satisfeita com sua imagem.

Por isso, além de saber tudo sobre aparelho ortodôntico, é importante ter em mente que ele recupera a saúde bucal e eleva a autoestima.

O tempo de tratamento é gratificante e, contando com um bom profissional, você terá opções de dispositivos eficazes e discretos, assim, alinhará seus dentes com segurança e em pouco tempo estará com o sorriso que tanto sonhou!

Gostou deste artigo? Então acompanhe outros temas interessantes como este seguindo nossas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram e YouTube.


Deixe uma resposta


Leia Também

Clareamento ou lente de contato: qual é a melhor opção?

Você está na dúvida entre o clareamento ou lente de contato dental? Leia o artigo e saiba quando é indicado cada um desses tratamentos.

Mancha no dente pode ser Cárie? Saiba identificar

Mancha no dente pode ser cárie? Manchas escuras podem significar desde pequenos problemas até problemas mais graves. Leia mais!

Como usar Fio Dental corretamente? Dentista explica o passo a passo

O fio dental é um recurso de limpeza dos dentes essencial ao processo de higiene bucal, mas muita gente negligencia o seu uso. Saiba mais!

Diferenciais

Sala de Repouso

Descanso pós-cirúrgico com acompanhamento do especialista.

Sala Cirúrgica para Sedação

Centro Cirúrgico Completo e habilitado para sedação inalatória, medicamentosa e endovenosa.

Brinquedoteca

Ambiente preparado para seu filho(a) enquanto você realiza seu tratamento.

Recepção Ampla

Recepção ampla com espaço para os adultos e crianças!

All in one

Oferecemos uma variedade de exames de radiologia sem a necessidade de deslocamento.

9 Consultórios

9 consultórios equipados com a melhor tecnologia e mais de 20 profissionais.

Radiologia Integrada

Todo o seu tratamento odontológico em um só lugar, desde a consulta ao exame radiológico.

Diferenciais